Conhecendo o coração de Deus

Texto Base: 2 de Timoteo 2:1-2

2 Pedro 3:9 “O Senhor não retarda a sua promessa como alguns a julgam demorada, mas é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento.”

“Não que Deus é lento para cumprir sua promessa, como alguns pensam. O que acontece é que Deus é paciente com você porque ele não quer que ninguém pereça, mas que todos voltem obedecer” (Versão da Bíblia para todos)

Sabemos que temos um Deus vivo e, portanto, ele respira, pode ver, tocar, cheirar, falar, andar, e a única maneira de fazer isso é tendo um coração. No coração é onde nós mantemos nossas emoções, sentimentos, etc.

Neste dia convido você a conhecer o coração de Deus, talvez você o conheça por fora (você já viu que cura, liberta, transforma, faz milagres, me amor , enche-me), mas muito poucos são aqueles que conhecem o interior de Deus, a parte que nos dá arrepios, que nos dá medo, essa mesma que é a essência viva de Deus.

De Gênesis a Apocalipse, vemos as tentativas que Deus teve para salvar todas as pessoas neste universo e recuperar as chaves do reino que havia sido perdida para a desobediência do homem no jardim. Quando Adão e Eva pecam, o homem que pertencia a Deus passa para as mãos de Satanás e as chaves foram agora do poder de Deus para as mãos do inimigo, que é onde Deus começa uma série de tentativas para tentar recuperar o homem, estas são chamados dispensações (tempo em que Deus oferece salvação). Do Antigo ao Novo Testamento, encontramos cerca de 5 ou 6 dispensações.

1. Inocência

A inocência é um estado no qual não há morbidez, pensamentos iníquos, mal, e assim por diante. A consciência é quando um homem (mulher), adquire o poder de distinguir entre o bem e o mal.A Bíblia diz em Gênesis 2:25 “homens e mulheres estavam nus, mas não se envergonhavam de andar assim”, significando que eles estavam em um estado de inocência, mas o que Deus queria era evitar passar de inocência à consciência, porque no momento que se faz essa mudança o pecado entraria no homem  como mostra Gênesis 2:16-17 onde diz, que quando Adão e Eva comem o fruto, Deus já não podia salva-los pela inocência e é aí onde perde-se as chaves reino.

2. Conscientização

Depois que o homem inocente vai para um estado de consciência é aí onde Deus queria que o homem reconsiderasse e escolhesse o caminho certo

Mas a Bíblia diz que eles faziam o que queriam (livro de Juízes) e é aí que vem a dispensação da lei.

3. Lei

Nesta dispensação Deus estabeleceu leis para que as cumprissem (são 613). No entanto, violar um destas eram culpados de todas 613, é por isso que Deus estabeleceu o sacrifício de cordeiros para o perdão dos seus pecados. No entanto, o homem também falhou nisto.

4. Graça

Deus sempre esteve disposto a salvar a humanidade e é por isso que o homem já não precisa fazer nada, agora Deus paga pelo homem e fá-lo através de Cristo que dá a sua vida na cruz derramando o Seu Sangue Santo, que é o sacrifício perfeito.

É a dispensação em que vivemos hoje, mas vai chegar um momento em que a Igreja será arrebatada e levada para o céu e o Espírito Santo será retirado da terra.

5. Dor

Depois que a Igreja for arrebatada já não haverá quem fala de Jesus, o Espírito Santo tem sido removido da terra (Apocalipse 10:12). A terra estará no tempo da grande tribulação: quem é marcado perderá a salvação, o que escolher perder a cabeça do que ser marcado, será salvo (dor, sofrimento)

6. Milênio

Satanás será preso por mil anos,

7. Eternidade

Reinaremos com Ele para sempre, não haverá dor, tristeza, choro, etc.

É aqui que encontramos o coração de Deus

2 Pedro 3:9 (não querendo que ninguém pereça). É por isso que ainda não veio buscar Sua Igreja, pois não quer que ninguém pereça. Cada pulsação do coração de Deus exclama: “almas, almas, almas.” Aquele que tem o coração do Pai está à procura de almas.

Muitos têm uma idéia errada da palavra “evangelizar”, pensam que o evangelismo é entregar panfletos nas ruas, nos ônibus, projetar um vídeo, encaminhar uma pessoa para receber Jesus e deixar rolar. Isto não é  evangelização, e sim ser um mau pai.

Muitos são os pescadores de almas apenas praticando pesca esportiva. Puxar o anzol com a isca, pegam um peixe grande tiram uma foto e deixar o peixe largado, figura de um cristão que apenas se preocupam com a quantidade de pessoas. Não receberá um prêmio por trazer alguém para levá-la ao Peniel (encontro com Deus), mas também  discípula-la.

Você deve ter algo em seu coração: a salvação. Porque levar almas ao encontro com Deus? É Deus quem as exigem de nós. O inimigo também exige almas e a boca do inferno está abertas e não se sacia. Milhões vão para o inferno e não há coisa melhor que mostrá-las o caminho certo e fazendo assim as levaremos ao caminho estreito, livrando-as do inferno.

Imaginem o dia do julgamento, o Pai dizendo  a um jovem amaldiçoado “Afasta de mim … não sei” para este jovem muitos não falavam, porque eles achavam que era caso perdido e nunca o levaram a  Betel, porque cheirava mal, se vestia mal e o pior de tudo lhe diziam “tenho vergonha vejam com ele.” O coração de Deus diz, “salvação” e as batidas do seu coração “almas”, porque a ninguém quer que pereça.

Vamos ver o que diz João 3:16

Porque Deus foi difícil enviar Jesus (Zacarias 12:10). Quando Deus enviou a Jesus chorou. Quem recebia a glória no céu? … Jesus, a quem cantavam os anjos no céu ?…. Jesus, quem foi chamado de “santo, santo, santo”. Deus começa a olhar os homens no céu, Abraão, o pai da fé, Davi aquele jovem que tinham um grande carácter, Isaque, Jacó, Daniel estava m dispostos a darem suas vidas para Deus, mas nenhum deles foi capaz de cumprir a missão que eram ser enviado e, embora eles fossem capazes não eram dignos. De repente o Pai olha e lá estava Jesus, o único com amor suficiente em seu coração, o único capaz e acima de tudo o único digno de abrir os selos e Jesus diz: “Eu vou”.

Jesus desce como um homem e se humilha. Os anjos continuam louvando dizendo: Santo, santo, santo. Chega um momento em que Miguel e seu esquadrão de guerreiros esperam receber uma ordem, apenas uma palavra seria suficiente para descer e resgatar a criança, mas a ordem nunca veio.

O Pai chora ao ver tanto pecado em seu filho e deixa-o ali na cruz, onde o filho exclama: “Pai, por que me desamparaste”. O Pai chora a morte de Jesus Cristo, mas ele sabe que sofrem ainda maior o espera nos próximos três dias. O filho descer ao abismo, onde Satanás habita para roubar as chaves do reino. Em 3 dias o seu sofrimento nem se compara ao suplício da cruz, os anjos no céu param pela primeira o louvor.

“Porque Deus amou o mundo,” o coração de Deus bate por missões. Se Jesus tivesse dito eu não tenho tempo não estávamos aqui.

Mateus 15:24. Jesus foi enviado às ovelhas perdidas. Você não foi enviado para ser um músico, o ministério de música é secundário. Você não foi enviado a outros diversos ministérios, mas foram enviados para as almas perdidas. O coração de Deus bate “almas, almas, almas, almas.”

Muitos ministérios têm a visão, mas nenhuma missão na vida. Visão é “o que eu faço para construir o corpo de Cristo, que é para aqueles que já estão salvos”, mas missão é “o que vou fazer para salvar os perdidos.”

O coração de Deus há amor. Outro elemento do coração de Deus é a compaixão. Jesus subiu uma colina e olhou para Jerusalém imerso no pecado e ao ver isso Jesus chorou (Lucas 19:41), isso é chamado de compaixão.

João 17:12

Deus tem uma paixão em seu coração pelas almas. Deus quer que você tenha paixão pelas almas. Quando há paixão, não há desculpa (falta de tempo, doença de esposa, os filhos, estudos, tempo, etc.) Não há obstáculos que não sejam superados, não há barreiras  que não sejam derrubadas, não há nada difícil.

Finalmente, o coração do Pai tem uma grande característica que é a misericórdia. A misericórdia de Deus é tão ágil como uma gazela, que se apenas confessarmos em nossos corações receberemos a misericórdia. Na Parábola do filho pródigo (Lucas 15:11), o filho pede sua herança, o Pai a dá, mas o filho vai longe da casa de seu pai e começa a desfrutar dos prazeres do mundo e desperdiça toda a herança, fica sem um centavo a ponto de comer a comida dos porcos, mas decide pedir misericórdia para com seu Pai, mas Pai não só o recebe, mas também começa a restaurar a vida a tal ponto que o filho torna-se como antes. O Pai está sempre de braços abertos. Assim bate SEU CORAÇÃO.

REFLEXÃO

FIDELIDADE NO TRABALHO MISSIONÁRIO

Observe este exemplo: “Durante quatro anos,” diz o Dr. W.R. Hotchkiss, “Eu tenho vivido só na África. Trinta vezes fui atacado pela febre, três vezes atacados por leões e várias vezes por rinocerontes , não raro os nativos me emboscaram, por quatro meses não vi um pedaço de pão , tendo que limitar-me a comer todos tipos de coisas, desde formigas a rinoceronte, mas deixe-me dizer viveria todas essas experiências outra vez, somente pela alegria de levar a palavra Salvador e fazê-la brilhar na escuridão que envolve muitas tribos da África Central. “

Traduzido de: Central de Sermones

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s